SAIDINHA RUBRO 2 - COLEÇÃO TORCEDORAS

R$ 79,99
. Comprar  
SAIDINHA RUBRO 2 - COLEÇÃO TORCEDORAS 

Descrição:


A Rubro-negra tem orgulho! E ostenta essa paixão em qualquer situação: no trabalho, no treino, na viagem, na balada, na resenha... Prática e minimalista, a bolsa saidinha é ótima para armazenar carteira, óculos escuro, chave, celular e o álcool em gel. Possui duas aberturas separadas com fechamento em zíper, para manter os itens seguros e protegidos. Além disso, possui um design exclusivo que vai combinar super bem com o seu manto.

Feito no Brasil, para o mundo, por mulheres refugiadas e migrantes brasileiras que se profisionalizam como costureiras no negócio de impacto Mulheres do Sul Global, essa bolsa foi confeccionada a partir de banners, bandeiras, lonas vinílicas de publicidade e resíduos têxteis gerados no CRF e no Maracanã, tudo em conformidade com os conceitos de Economia Circular e em atenção aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, da ONU. É um resíduo que vira produto licenciado! É sustentabilidade que vira inclusão social!


Importante: a bolsa que você receberá poderá não ser idêntica à foto. As peças variam de acordo com a disponibilidade dos materiais de banners e outros resíduos têxteis, que recuperamos. Nós pesquisamos cores e padrões com a missão de desenvolver peças únicas, funcionais e duráveis.
 

DETALHES:

Nome: Bolsa Saidinha RUBRO
Marca: Mulheres do Sul Global
Gênero: Todes
Composição:
:: Exterior reaproveitado de nylon e jeans;
:: Forro interior - reaproveitado de tecidos diversos;

 
CARACTERÍSTICAS:

:: Cada peça é única.
:: Corte à mão.
:: Fecho com zíper do compartimento principal e bolsa exterior.
:: Dimensões: (comp x larg x alt) 23cm x 6cm x 14cm

 

IMPACTO SOCIOAMBIENTAL 

Gestão de resíduos do nylon vermelho e preto usado na confecção de bandeiras do time. Material com pouco tempo de vida útil devido sua exposição frequente ao sol e chuva, mas com ótimas características de reutilização. A gestão do descarte responsável desse material, pela estratégia do reuso dos tecidos, está alinhado aos princípios da economia circular. Ao ser aplicado em escala, gera renda a populações em situação de vulnerabilidade social, e nos coloca alguns passos à frente dos clientes do futuro, que terão como necessidades fundamentais produtos éticos e ecologicamente corretos.
• Prazo para postagem:
Veja também